Home / Noticias / Especialista explica como o fim do Doc/Ted pode favorecer o Bitcoin

Especialista explica como o fim do Doc/Ted pode favorecer o Bitcoin

O Banco Central do Brasil (BACEN) anunciou, no início de setembro, que está desenvolvendo um sistema de pagamentos instantâneo e que, esse sistema, tem como intuito acabar com operações como TED e DOC e implementar uma rede que permitirá o envio de valores em alguns segundos 24h por dia, todos os dias da semana.

Depois deste anúncio, diversos especialistas falaram sobre como isso poderá impactar o Bitcoin e as criptomoedas. Em uma conversa com o site Novo Momento, o especialista em criptomoedas Maicon Santos aponta que esta medida pode favorecer a compra e venda de Bitcoin e das demais criptomoedas no país:

“Com mais esta opção de transação financeira disponível, será possível realizar operações como depósito e saque independente do horário comercial. Isto será benéfico para as fintechs que realizam operações com criptomoedas como forma de pagamento.”

Maicon Santos falou, também, sobre como o anúncio diminuirá o poder dos bancos:

“Só será preciso um smartphone e a instalação do aplicativo por parte do cliente. Para o estabelecimento comercial, será necessário apenas ter um código único de identificação (como um QR Code). Nesse código estarão contidas todas as informações necessárias para que os recursos sejam transferidos instantaneamente. Desta forma os clientes só precisarão apontar as suas câmeras dos seus smartphones para o código. Assim, a expectativa do BACEN é que pagamentos sejam realizados instantaneamente e de forma simples, semelhante a soluções já existentes como Google Pay, Apple Pay e o MB WAY, sem a necessidade de cadastrar o recebedor ou de pedir seu número de CPF”.

O especialista, por fim, ressaltou que isso abrirá um novo leque de possibilidades para prestadores de serviço de pagamentos:

“Para fazer o pagamento instantâneo, o BACEN irá contar com os prestadores de serviço de pagamento (PSP), que serão de livre escolha do consumidor, não sendo necessariamente bancos, mas fintechs como o AlterBank, Uzzo, e tantas outras.”

Fonte: CriptoFácil

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

This post is also available in: pt-br

About Elvira

Check Also

Nova CPMF poderia impulsionar a adoção do Bitcoin no Brasil

A equipe econômica comandada pelo ministro Paulo Guedes segue firme no plano de criar um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *