Home / Noticias / Mesmo em queda, Bitcoin se valorizou mais que outros ativos

Mesmo em queda, Bitcoin se valorizou mais que outros ativos

Bastou uma “quedinha” no preço do Bitcoin para que alguns traders mostrassem preocupação com a moeda digital. Certamente, após alcançar U$ 13.800 em 2019, o Bitcoin recuou cerca de 20%, cotado a U$ 8.320. Entretanto, mesmo com a recente queda nos preços, o Bitcoin (BTC) se valorizou mais que outros ativos no ano.

É complicado comparar a moeda em relação aos vários investimentos, visto que não é este o propósito da moeda. De fato, apesar do cenário não ser ideal, alguns ainda utilizam o BTC para especulação. Para o Primo Rico, youtuber brasileiro que recentemente comprou Bitcoin, a moeda ainda é um meio especulativo.

Com isso, ao se comparar o desempenho do Bitcoin em relação ao Dólar, ou Real, há possibilidade de se avaliar valorização de preços. Certamente, neste sentido, o Bitcoin tem deixado outras modalidades financeiras “no chinelo”.

Bitcoin valorizou bastante em 2019, mesmo com recente queda de preços

Um fato é certo para o Bitcoin: a extrema volatilidade da moeda ainda assusta muitos investidores. Acredita-se que com soluções como a Bakkt, entre outras, a moeda possa ter menos variação de preços de forma brusca. Entretanto, o otimismo ainda é baixo, visto que a moeda caiu recentemente drasticamente.

A explicação seria porque nas últimas semanas do mês de setembro de 2019, o Bitcoin se desvalorizou cerca de 20%. Segundo uma análise gráfica realizada por ParagonVenture, o Bitcoin ainda pode cair mais.

O trader afirmou em sua análise que o Bitcoin pode ter uma retração dos preços até U$ 7 mil. Este seria o primeiro suporte do preço da moeda, que ainda possui uma força na região dos U$ 5.500. Com isso, o Bitcoin teve uma grande queda, mas há espaço para mais desvalorização.

BTC vale mais que quais investimentos? Quais são as valorizações das principais moedas fiat em 2019?

De fato, apesar dos maus presságios, o Bitcoin segue despontando como um dos melhores investimentos de 2019. A moeda passou por bons momentos no ano, sendo este considerado como o fim do mercado de baixa de 2018.

Na tabela abaixo, podemos certamente perceber que a moeda digital ainda desbanca outras modalidades de investimentos. Até de moedas nacionais, como Euro, Libra esterlina tiveram desempenho abaixo do Bitcoin.

Ativo Valorização em 2019
Bitcoin (no par USD) +124,70%
DOW Jones (no par USD) +11,79%
S&P 500 (no par USD) +15,19%
Nasdaq (no par USD) +17,33%
Ouro (no par USD) +17,61%
Euro (no par USD) -4,40%
Libra Esterlina (no par USD) -3,56
Ibovespa (no par BRL) +14,96%
Dólar (no par BRL) +6,43%

*Fonte: Pesquisa pela WEB conduzida pelo autor na data 02/10/2019

Além disso, o Real Brasileiro, frente ao Dólar, é uma moeda que tem sofrido fortemente neste ano. A BRL já teve mais de 6% de perda frente ao dólar, sendo um desempenho preocupante. O banco central brasileiro certamente tentou conter o cenário com intervenções, mas o USD ainda está em alta.

Finalmente, em um dos melhores anos que o Bitcoin vive em sua história, investidores podem temer o curto prazo. Entretanto, ao se analisar o cenário macro, o Bitcoin continua em alta.

Fonte: LiveCoins

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

This post is also available in: pt-br

About Elvira

Check Also

Nova CPMF poderia impulsionar a adoção do Bitcoin no Brasil

A equipe econômica comandada pelo ministro Paulo Guedes segue firme no plano de criar um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *